PODER FEMININO – EMPODERAMENTO ATRAVÉS DA MODA

Poder Feminino na Moda

A cada dia mais mulheres no mundo conseguem alçar novos horizontes. Mesmo que ainda existam grandes barreiras culturais, religiosas, o empoderamento está mais vivo do que nunca e sem dúvida, o mundo da moda tem ícones que contribuíram muito para isso acontecer, vide Coco Chanel. Roupas, sapatos, tatuagens femininas, joias, corte de cabelo curto. Se você acha tudo isso futilidade, saibam que todos esses pequenos passos foram a mola mestra para o patamar que chegamos hoje. De fato, há muito ainda no que evoluir porém já evoluímos muito e demos passos gigantes em menos 1 século.
Glória Kalil que é uma jornalista, empresária e consultora de moda brasileira, cita em uma das suas palestras sobre o poder feminino dentro da moda.
“Eu acho que o mundo da moda é muito ligado à Sociologia porque está diretamente relacionado à observação de comportamento das pessoas, observação de tendências, observação das tribos e ajuntamentos humanos. A moda está em entender como esses grupos se identificam, se distinguem uns dos outros, como se diferenciam. Esse olhar observador sobre o comportamento das pessoas é um estudo sociológico. NÃO É A TOA, que hoje temos tendências como a transição capilar e as mechas californianas.
Hoje, as grandes magazans resolveram inteligentemente investir em fast fashion, pois viram o sucesso que as marcas estrangeiras, como Zara, Topshop e Forever 21, conquistaram. As poucas empresas brasileiras de moda que estão bem hoje são essas que conseguiram um posicionamento: Renner, Riachuelo, C&A, Marisa e Detophyll. Foram empresas que pegaram essa nicho de moda que tem volume para produzir fora – sim, porque elas todas produzem na China, na Índia. São grandes empresas de distribuição nacional, que ganham no volume e conseguem competir com Zara e outras. Empresas de fora vão ter que se adaptar. A Forever21, por exemplo, está fazendo uma espécie de dumping, pois está entrando no Brasil com preços que ela não vai conseguir manter no longo prazo. Zara e Topshop aqui no Brasil não conseguiram manter os preços praticados no exterior, são empresas que aqui são consideradas de classe média; não são populares como elas são fora. A questão dos impostos faz com que elas tenham preços muito acima do que elas praticam fora.”

Moda e Poder

Realmente, a indústria da moda é, ao mesmo tempo, o mais visível e o mais negligenciado dos setores culturais. Os shoppings, as ruas, as capas de revista e os programas de televisão estão repletos de informações referentes à moda. Entretanto, enquanto designers, celebridades, publicitários e a maioria dos jovens compreendem o poder persuasivo que a moda tem, a maioria das outras pessoas dão pouca atenção e importância para as tendências de moda e de mercado. A moda não se resume a roupas penduradas nas araras das lojas ou sendo desfiladas pelas modelos nas passarelas, ela é muito mais do que isso. A moda está carregada de história e características de uma determinada época, região, grupo de pessoas. Uma roupa pode enviar uma série de mensagens. Não é preciso ser um crítico ou estilista para entender isso.
O encurtamento das saias das mulheres e o advento do vestido de cintura solta (que acabava com a necessidade dos espartilhos) foram veementemente criticados por serem considerados “não femininos”. O papel da mulher na sociedade foi mudando juntamente com o comprimento das roupas e os cortes de cabelo. As mulheres viram na moda um apoio para suas mudanças de comportamento. Passaram a se sentir livre de espartilhos e sutiãs apertados para usar o peças que representem seu estilo, seus gostos e preferências, sem seguir um padrão pré-determinado pela sociedade.

Fonte: UniFem e Cultura Mix

O que nós, como sociedade, consideramos atraente e elegante não é algo que deve ser descartado, pois reflete significativamente sobre o que valorizamos, o que consideramos bonito e como desejamos aparecer e ser conhecidos pelos outros. Deixe a moda te ajudar a se expressar para o mundo e divirta-se com ela. Aproveite para entrar um pouco mais sobre esse maravilhoso mundo e obtenha o curso de Moda e Estilo! http://bit.ly/CursoDeModaEstilo

 

8 comments

  1. Adorei seu artigo, concordo plenamente com o que tu disse. Acho que poder usar roupas mais leves, sem seguir um padrão pré-determinado pela sociedade, algo que gostamos e que nao somos obrigadas, nos fazer se sentir mais livres e ter uma personalidade única

  2. Boa noite, como vai? Eu gostei bastate do seu post, acredito que você citou pontos super interessantes sobre o empoderamento atraves da moda

  3. Este está sendo o maior e melhor momento para a mulher no cenário da moda! Geração que podemos ousar sem pensar duas vezes! <3 AMo!

  4. Sem dúvida que estamos em momento de empoderamento feminino e com certeza a moda é parte importante dessa mudança através dos tempos.bjsss

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *