MARKETING MIX: ENTENDA A FÓRMULA DOS 4PS

Marketing, Mix de Marketing, 4P’s

Neste artigo você vai entender tim-tim por tim-tim a fórmula do famoso marketing mix (ou composto de marketing). Irei explicar detalhadamente os 4Ps para que você possa planejar seu próprio plano estratégico. Os especialistas em marketing dizem que existem 4 fatores principais que influenciam nas decisões de compra. Os conhecido 4Ps do Marketing Mix. São eles:

  1. Produto: O que você vai vender?
  2. Preço: Quanto você irá cobrar pelo seu produto?
  3. Praça: Onde as pessoas irão comprar seu produto?
  4. Promoção: Como essas pessoas irão descobrir sobre o seu produto?

Sua performance em cada um desses elementos irá influenciar diretamente nos rendimentos do seu negócio. E isso é muito sério, afinal estamos falando do faturamento da sua empresa.
Apenas uma observação: quando usamos a palavra “produto”, estamos falando tanto sobre bens como sobre serviços oferecidos.
Vamos nos aprofundar em cada um dos tópicos do composto de marketing?

1. Produto – Marketing é uma forma de conectar os produtos e serviços que você tem a oferecer com os consumidores que querem e precisam desses produtos e serviços.

Trish Green, Executiva de Marketing do Grupo LLC, dizendo sua versão para a pergunta “o que é marketing?”

No 1º P do marketing mix definimos que, para determinar o que você deve vender, você precisa, como falei anteriormente, entender as necessidades dos seus consumidores e então adaptar seu produto para atender a essas necessidades. Quanto mais você for capaz de satisfazer as expectativas dos consumidores, melhores serão as suas chances de ele comprar de você, recomendar você para terceiros e voltar a comprar de você no futuro. Algumas considerações para ter em mente durante o desenvolvimento do seu produto são:
• Produção em massa ou personalização – Seu produto será produzido em massa e igual para todos que o compram? Ou você irá oferecer um produto diferente ou personalizados para cada pessoa?
• Produto de conveniência, de compras casuais, especial ou não solicitado – Seu produto é algo que as pessoas “colocam em seus carrinhos” regularmente enquanto fazem suas compras (produto de conveniência)? É algo que eles iriam comprar depois de comparar com outras marcas (produto de compras casuais)? É algo especial que eles comprariam só em certas ocasiões, como um presente caro ou um item de luxo (produto especial)? Ou é algo que eles não querem realmente, mas podem precisar comprar (produto não solicitado)? Entender em que categoria seu produto se encaixa será importante para determinar o seu custo, local de venda e como promovê-lo.
• Produto inovador ou existente – Se o seu produto é um produto inovador, você terá que criar uma demanda de mercado para ele (convencer pessoas de que é o que eles precisam). Se você está criando uma nova versão de algo que já existe, você precisa mostrar às pessoas que tem um melhor custo benefício, é melhor ou tem mais diferenciais do que o produto que a sua concorrência oferece.
• Teste o seu produto – Ok, você já sabe quem são os seus prospects, e já fez uma pesquisa sobre as suas necessidades. Então desenvolveu um produto para satisfazer essas necessidades. Ótimo! Mas você testou o produto? As vezes, pode haver algo (grande ou pequeno) sobre o seu produto que afasta as pessoas e isso pode limitar o sucesso do produto no mercado. Tenha certeza de que está recebendo feedback das pessoas que se encaixam no seu perfil de público-alvo. Você também precisa considerar em que estágio no ciclo de vida está localizado o seu produto. Isso pode ter uma influência significativa nas suas vendas e rentabilidade.

2. Preço – Marketing rentável é lembrar, repetidamente, seus prospects próximos do momento de compra, do valor que seus produtos ou serviços tem para satisfazer suas necessidades, num custo de aquisição mais baixo do que o custo de aquisição admissível.

Jerry Kaup – MemberLink.org

O preço que você cobra por um produto ou serviço influencia diretamente o número de vendas e o montante final. E é por isso que o 2º P do marketing mix existe: Para que isso seja planejado estrategicamente de forma a descobrirmos o preço ideal de um produto.
Se o preço estabelecido para o seu produto for muito baixo, você dá a entender que o seu produto é de uma menor qualidade, ou simplesmente não obterá lucro algum com ele.
Se o seu preço for muito alto, seus leads podem acabar comprando menos itens, ou não comprar de forma alguma, por estar além de seu alcance financeiro.
Para determinar o preço certo e justo, você deve considerar:
• O custo do desenvolvimento do produto – incluindo o custo direto de entrada e despesas gerais;
• O preço estabelecido pela concorrência;
• A quantidade de consumidores que estão dispostos a pagar ou que podem pagar pelo seu produto;
• Precificação – conhecer os fatores que determinam o valor do pagamento que você recebe em troca pelo seu produto ou serviço.

3. Praça – Aqui no 3º P é quando o marketing mix define a abrangência do seu negócio.
Marketing são os produtos que não voltam mais, com clientes que voltam.

Steve Dawson, Presidente da Walkers Shortbread Inc.

Praça se refere tanto ao lugar onde você irá vender o seu produto, quanto como você vai distribuí-lo.
Nesse caso, os pontos chave que você deve observar são:
• Você irá vender o produto diretamente ao consumidor final ou vai vender para atacadistas e varejistas que venderão ele por você?
• Se você for vender diretamente, você venderá através da internet (usando marketing digital), por correio ou de uma loja física?
• A localização que você escolheu é ideal para o seu público alvo?
• No caso do marketing digital, como seus clientes irão te encontrar na Internet?
Se você acabou de começar o seu negócio ou já tem uma empresa consolidada, é preciso ter atenção para a “Praça” do seu produto ou serviço, e considerar as opções acima.
Reflita na possibilidade de escala da distribuição do seu produto. Quando pensamos em Praça, nos vêm à mente inúmeros desafios de entrega, dificultando o escalonamento do negócio. Vender uma máquina industrial pesada, por exemplo, requer uma logística muito bem planejada, com diversas etapas deste a fabricação até a instalação no cliente. Já no caso de produtos informacionais, isso é uma vantagem competitiva enorme. Esses produtos são aqueles compostos essencialmente de conteúdo e informação. Cursos, livros, palestras, congressos, arquivos eletrônicos, etc, todos são produtos informacionais. A Internet possibilitou a troca de informações em tempo real. Imagine só a lucratividade que uma empresa pode ter ao distribuir produtos que são, na verdade, alguns Bytes enviados aos clientes via email!

4. Promoção – Marketing é atividade, conjunto de instruções e processos para criar, comunicar, fornecer e trocar ofertas que têm valor para clientes, consumidores, parceiros e a sociedade no geral.

Conselho Administrativo da American Marketing Association (AMA)

De nada adianta você ter um belo produto pra oferecer se ninguém sabe disso. Para que as pessoas comprem seu produto, elas precisam, primeiramente, conhecê-lo, ter uma primeira impressão positiva dele e serem convencidas de que eles precisam dele ou querem seu produto.
No 4º P do marketing mix pensei sobre isso, e encontrei formas de que a sua mensagem chegue a quem precisa.
• Táticas de promoção – Há uma enorme variedade de táticas que você pode usar para promover seu produto para seus prospects, incluindo a publicidade tradicional na televisão, rádio, outdoors, jornais ou revistas, marketing digital, utilizando SEO e o Google, redes sociais, email marketing, ecommerces e outras técnicas de promoção online, participação em feiras comercias e outros eventos, desenvolvimento e distribuição de material publicitário, marketing direto via telefone (telemarketing), email e correio, comunicação e displays do lado de fora da sua empresa/loja/estabelecimento, fazer anúncios em associações/clubes/confrarias de pessoas ou empresas.
Determinar qual é abordagem correta para o seu negócio depende do orçamento disponível e do seu público-alvo.
Você deverá ter certeza de que está promovendo seu produto onde as pessoas irão vê-lo e onde você ganhará a maior exposição possível em relação ao dinheiro gasto (também conhecido como “retorno sobre o investimento”).
• Pense na embalagem – Alguém já disse: “Não basta apenas ser, tem que parecer ser.”. A embalagem do seu produto também é parte importante do seu método de promoção, especialmente se o seu produto irá ficar próximo do produto concorrente na prateleira.
Você precisa pensar sobre como a concorrência embala os produtos, que tipo de design agradará mais o seu público alvo? As pessoas serão capazes de determinar os recursos chave e benefícios do produto só de olhar a embalagem? Quais são os requisitos de rotulagem?
A mensagem que você usa e a imagem da marca que você desenvolve são pontos críticos para que as pessoas conheçam e gostem do seu produto.
Sua mensagem precisa convencer os possíveis clientes que eles precisam do seu produto, e que trará valor para eles.
Sua marca precisa ser atraente o suficiente para que eles se lembrem dela, pensem no seu negócio e produto quando fizerem decisões de compra ou quando recomendam produtos para seus amigos.

Fonte: Agência Pomar

Com isso fechamos a explicação sobre o composto de marketing, os famosos 4Ps.
A ideia é que você, empreendedor ou gerente de marketing, saiba como estruturar melhor seu planejamento de marketing, e gerar muitos resultados com isso.
Acompanhe esse blog e garanta o seu Mini Treinamento de Web Marketing para saber mais sobre marketing e suas funções. http://bit.ly/MMiniTreinamentoWeb

19 comments

  1. Boa tarde, como vai? Eu sou formada em contabilidade, e ja estudei uma materia que era mais sobre esse conteudo e tal, ate tinhamos que criar uma empresa através de todos esses 4 ps

  2. É bastante importante a pessoa saber planejar seu próprio plano estratégico é bastante válido, o seu post foi muito bem explicado em cada detalhe, pra quem tem algum negócio ou está querendo entrar nessa área precisa saber sobre o assunto, muito bom você compartilhar bjs.

  3. Olá
    Estudei a respeito quando cursei Marketing e seu post é bastante esclarecedor.
    Planejamento é a base de tudo!
    Bjs

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *